AGRANULOCITOSE


Definição

A Agranulocitose é uma doença aguda  do sangue, que se caracteriza pela diminuição ou ausência de granulócitos ou leucócitos granulosos.  Estes elementos são os principais agentes contra as infecções. A doença apresenta um elevado risco do paciente  contrair infecções, contra as quais o organismo não se encontra preparado para defender-se.

Sinonímia

É uma doença também conhecida pelo nome de Granulocitopenia.

Causas

Hipersensibilidade a certas drogas ou produtos químicos, pode suprimir a atividade da medula óssea, e diminuir a produção de leucócitos. Alguns agentes ocasionalmente associados à Agranulocitose incluem:

Obs: Em alguns pacientes não se conseguem identificar a causa desencadeante da doença.

Sinais e sintomas

As manifestações clínicas estão relacionadas com o tipo, a gravidade e a duração da infecção associada.

período prodrômico:

fase aguda:

Diagnóstico

Tratamento

Objetivo:  Eliminar o fator responsável pela supressão da medula óssea, prevenir e tratar as infecções,  até que a medula óssea tenha retornado ao normal.

Os granulócitos são a primeira barreira à infecção. Nos pacientes com Agranulocitose, a  infecção se instala rapidamente, e em pouco tempo pode tornar-se fulminante.

Complicações

A doença pode ser curada em muitos casos, mas as infecções associadas provocam, com freqüência, a morte.


Dúvidas de termos técnicos e expressões, consulte o Glossário geral.